Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Summer Girl #Capitulo 4#

por Silver Sky, em 29.09.13

Capitulo 4

Depois de ter feito todas as compras que estavam na lista, saio do super mercado, carregando os sacos das compras debaixo de um sol escaldante.

- Precisas de ajuda? - pergunta Tyler aparecendo ao meu lado.

- O que fazes aqui? - pergunto surpresa por vê-lo.

- Fazer compras como tu. - responde ele com um sorriso mostrando o seu saco. - Mas tu parece que precisas de ajuda.

- Não...eu estou bem. Não pesam nada.

- Certeza. É que não parece nada. - diz ele voltando a sorrir. - Deixa-me ajudar-te. Dá cá isso. - continua ele, agarrando num dos meus sacos.

- Obrigada. - agradeço com um sorriso tímido.

- Agora diz-me, o que fazes aqui na " Praia do Cravo"?

- Passar férias e ajudar o meu tio nas tarefas de casa. Desde que a minha tia ficou em coma, a casa ficou uma desordem total. - respondo, caminhando e Tyler acompanhando o meu passo.

- Pois…eu soube o que aconteceu. Lamento. - diz ele com uma voz triste.

- Mas tudo vai correr bem. Tenho a certeza. - digo com um sorriso. - E tu és daqui?

- Sim, o meu avô era pescador e os meus pais tem uma peixaria aqui na vila. Para dizer a verdade é a única. - diz ele a sorrir  e eu sem conseguir conter-me rio-me.

- E os teus pais, o que fazem? - pergunta ele acompanhando o meu passo, a medida que caminhava-mos.

- O meu pai é médico e a minha mãe é enfermeira. Profissões de muito lucro, mas cansativas.

- Imagino. - responde. - E namorado? Tens? - pergunta ele hesitante.

Não acredito no que ele acabou de perguntar?! Que lata?!

- Não. Não tenho. - respondo olhando para a frente.

- Como é que isso é possível!? Uma rapariga tão bonita como tu não ter namorado?

Aquela pergunta e aquele comentário envergonhou-me um pouco, fazendo-me corar. Eu era de ouvir muitos elogios, mas ouvir um elogio de Tyler, O rapaz mais giro da praia era um pouco esquisito. E não me perguntem porque! Porque eu também não sei!

- Eu gosto de um rapaz. Mas ele não sabe que gosto dele. - acabo por responder.

- E porque é que ainda não contaste-lhe? - pergunta Tyler curioso.

- Porque ele é meu amigo. E eu não quero estragar a nossa amizade.

- Mas se não lhe contares nunca vais saber se ele gosta de ti ou vais estragar a vossa amizade. - diz ele parando á frente da minha casa.

- Pois...até podes ter razão. Mas eu vim para aqui esquece-lo. - respondo parando também. - Bem. E obrigada, pela companhia. - digo eu sorrindo, agarrando no meu saco que ele agarrava e entrando em casa.

***

Entro em casa carregada com os sacos e dou de caras com Alexandra a tomar o pequeno- almoço, que ao ver-me levanta-se e sem olhar para mim entra no quarto.

- Não te preocupes. Isso passa-lhe. - diz Delfim sentado no sofá a ler uma revista, que por aquilo que parecia era uma revista de desporto.

Eu olho para o meu primo e poiso os sacos em cima da mesa.

- O que estas a ler? É uma revista de desporto? - pergunto aproximando-me dele.

- Não, não é nada. - responde escondendo a revista atrás das costas.

- Deixa ver! - digo tirando-lhe a revista. - Tu gostas de surf? - pergunto olhando para a noticia que ele estava a ler sobre surf e para ele.

- Sim, gosto.  - responde Delfim um pouco chateado por eu lhe ter tirado a revista.

- Queres experimentar? - pergunto, mas ele responde-me encolhendo  os ombros.

- Eu posso pedir ao Tyler para te ensinar. O que dizes?

- Está bem. Pode ser. - responde ele.

- Mas anima-te, rapaz. Vais ver que vais gostar. - digo fazendo-lhe cócegas e conseguindo-lhe arrancar uma gargalhada.

- Assim. Está melhor. - disse sorrindo e parando de lhe fazer cócegas.

***

Estava na praia deitada numa espreguiçadeira, a ouvir música e claro protegida pelo um guarda-sol, por causa do escaldante sol que estava. Enquanto que Alexandra( ainda chateada comigo) e Delfim estavam a jogar voleibol com os amigos. Tyler mais uma vez aparece vindo do nada e senta-se na espreguiçadeira ao lado.

- O que estas a ouvir? - pergunta ele agarrando no meu mp3. - Hum...summer girl. Deixa ouvir. - diz ele tirando um fone do meu ouvido e colocando no seu. - Parece divertido. - acaba por dizer depois de ter ouvido alguns minutos.

- Sim...é. - respondo tirando o fone do seu ouvido.

De seguida uns surfistas que estavam a uns metros de distancia de nos chamam pelo Tyler.

- Bem. Vou ter que ir. Gostei da nossa pequena conversa. - diz ele levantando-se.

- Espera. - digo e ele olha para mim. - Será que podias dar umas aulas de surf ao meu primo Delfim? Se quiseres posso-te pagar. - pergunto a olhar para ele, quase me distraindo com os seus olhos azuis.

- Claro é na boa! E não é preciso pagares nada. É de graça...só porque é para o teu primo. - responde-me piscando o olho e virando-me as costas.

- E quando começam as aulas?

- Amanhã, de manhã. - responde virando-se para trás e voltando-se a virar para a frente.

Depois eu levanto-me e vou ter com os meus primos, que agora estavam a descansar sentados na areia depois de um cansativo jogo de voleibol.

- Delfim. O Tyler aceitou em dar-te aulas de surf. Começas amanhã de manhã. - digo sentando-me ao pé deles.

- Boa! - responde com um sorriso.

- E tu, Alexandra? Também queres? - pergunto olhando para ela. Mas ela não me responde e vira-me a cara, levantando-se e indo ter com as gémeas.

- Vai um mergulho? - pergunta Delfim todo animado, levantando-se num salto.

- Parece-me bem. - responde levantando-me também. E sem esperara mais corremos na direcção do mar a rir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:23




Caindo das Estrelas

"Caindo das Estrelas" é o meu primeiro livro. Quem estiver interessado e quiser ler passe no site artelogy.com Obrigada