Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


MOB #Capitulo 9#

por Silver Sky, em 29.09.13

CAPITULO 9

Juliana estava sentada junto ao balcão do bar a beber uma 7 up fresquinha quando Gil aparece ao seu lado, sentando-se também numa cadeira.

- Olá, Ju. – diz o rapaz com um sorriso meio tímido.

- Olá, Gil. – responde Juliana olhando de forma breve para ele. – O que queres?

- Eu vim pedir-te desculpas. Eu na outra noite fui um estupido. – responde Gil, mostrando mesmo no seu rosto o arrependimento do seu ato.

- Ainda bem que reconheces isso. – diz Juliana bebendo mais um pouco da sua 7 up.

- Estou perdoado? – pergunta Gil, fazendo discretamente fisgas.

- Sim, estas perdoado. – diz a rapariga com um sorriso, olhando para ele.

- Fixe! – exclama Gil com um enorme sorriso nos lábios.

- É tudo? Ou queres dizer-me mais alguma coisa? – pergunta Juliana ainda a olhar para ele com um ar confuso ( devido a felicidade exagerada do rapaz).

- Na verdade… -começa por dizer Gil. – Eu… - as palavras custavam-lhe a sair. Ele parecia que bloqueava quando a sua boca abria-se.

- Tu o que?! – pergunta Juliana curiosa.

- Eu estava a pensar se amanhã querias sair comigo? – responde Gil de rajada, não contendo a respiração.

Juliana a ouvir aquilo começa a rir-se:

- O quê?! Tu, Gilberto Fernandes, queres sair comigo, Juliana Gomes?! – Juliana estava surpresa e não conseguia conter-se de rir.

- Sim. Qual é o problema!?... E podes parar de rir. – diz o rapaz sentindo-se um pouco embaraçado.

- Esta bem eu paro. – responde Juliana fazendo uma cara séria.

- Então, sais comigo ou não? – volta Gil a fazer a pergunta.

Juliana olha para ele e responde finalmente:

- Esta bem. Eu saio.

De repente eu entro no bar do Serginho. Ricardo ao ver-me vai ter imediatamente comigo, com um enorme sorriso e com um ar de felicidade.

- Maria! Nem imaginas. O vídeo já ultrapassou a 100 mil visitas! Tem mais com o outro vídeo. – diz Ricardo fielíssimo.

- Hum…que bom. – respondo com uma cara séria e meia tristonha.

- O que se passa? – pergunta Ricardo aproximando-se mais de mim. Como sempre Ricardo apercebia-se de tudo. Nada lhe escapava.

- O meu pai quere descobrir quem é os MOB. – digo com um olhar sério, fixado no olhar de Ricardo.

- Porque? – pergunta Gil, que tinha ouvido a conversa.

- Porque nós fizemos com que ele perdesse esta manhã uma reunião importantíssima. – respondo, olhando para Gil e para Juliana que se encontrava ao seu lado.

- E agora o que fazemos? – pergunta a DJ, olhando seriamente para mim.

- Na minha opinião… eu acho que deveríamos parar de dançar por algum tempo. – respondo, olhando para toda a gente. Para os bailarinos que tinham acabado de se juntar a nós.

- Mas eu gosto de dançar Maria. – diz Ricardo com um ar triste e revoltado ao mesmo.

- Eu digo parar com as atuações em publico. Até isto acalmar. Porque dificilmente o meu pai vai desistir assim tão facilmente.

- Esta bem. – concorda toda a gente com um ar tristonho.

 

***

No dia seguinte eu e Ricardo passamos a manhã toda na praia, mas não dançamos, não queríamos correr riscos, por isso passamos a manhã toda a apanhar banhos de sol, a conversar e a jogar de vez em quando um pouco de badminton. Depois de almoço, passei a tarde toda trancada no quarto a ouvir música e a ensaiar alguns passos que tinha visto na internet. Mais tarde, já no final do dia, eu estava na sala a ver televisão ao mesmo tempo que pintava as unhas da mão, quando de repente a campainha de casa toca. Eu pouso o verniz em cima da mesa, dou uma rápida assopradela nas unhas pintadas e levanto-me, caminhando na direção da porta. Depois com algum cuidado abro a porta e dou de caras com Juliana.

- Olá, Juliana! Entra. – digo, afastando-me da entrada e Juliana entra.

- Olá, Maria. – responde ela com um sorriso.

- Precisas de alguma coisa? – pergunto curiosa pela visita de Juliana.

-Eu hoje vou sair com o Gil. Vamos ao cinema. – diz Juliana a sorrir, mas com um sorriso meio nervoso.

- Ah…que bom! – exclamo um pouco surpreendida com um sorriso. – Mas desculpa a pergunta, o que estas aqui a fazer? – pergunto um pouco confusa olhando para Juliana.

-Eu vim perguntar se queres ir connosco? – pergunta ela com um sorriso nos lábios.

-Desculpa, Ju. Mas eu não quero fazer de vela esta noite. – digo com um pequeno sorriso.

- Oh…e não vais. O Ricardo também vai. – responde Juliana novamente a sorrir.

-O que ele vai?! – estava confusa e surpreendida.

- Sim, o Gil convidou-o…então vais, Maria? – pergunta novamente Juliana.

- Claro. Não vou deixar o coitado do Ricardo a fazer de vela a noite toda. – respondo com um ar irónico.

- Ahahaha…que piada. – responde Juliana imediatamente. Mas vamos ao que importa, Maria…tu tens que me ajudar a escolher  a roupa. – Juliana estava com um ar nervoso.

- Ok…mas um conselho de uma amiga: Sê tu mesma neste encontro…ou melhor, não encontro. – digo a rir e Juliana ri-se também .

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:44




Caindo das Estrelas

"Caindo das Estrelas" é o meu primeiro livro. Quem estiver interessado e quiser ler passe no site artelogy.com Obrigada