Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Cold Blood- Capitulo 1

por Silver Sky, em 28.06.16

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Capitulo 1

Um mês antes

Havai

Natalie e Cedric tinham alugado uma casa junto a praia para passar a sua lua-de-mel, longe da confusão, apenas eles, o mar e as estrelas. Mais perfeito era impossível.

Cedric encontrava-se na varanda da casa, sentando numa cadeira de baloiço a olhar para o mar, enquanto bebia o seu café. Natalie aparece entretanto com um sorriso, sentando-se no colo do marido e beijando o rosto dele.

-Adoro este lugar. Por mim ficávamos aqui para sempre. – diz Natalie suspirando, envolvida nos braços de Cedric.

-Mas o nosso lugar é em Nova Iorque. – diz Cedric beijando o pescoço de  Natalie.

-Podíamos começar de novo. Nos somos bons em mudanças. – responde a morena sorrindo para Cedric.

-E deixares para trás a Mia?

-Ela agora vive em Los Angeles com o Mason. – diz Natalie, demonstrando um pouco de tristeza e de saudade no seu rosto.

-E o Kyle e a Jessy? Eles precisam de nós Nat. São muito novos, ainda têm muito para aprender. – insiste Cedric, mostrando a Natalie o porque de não poderem deixar Nova Iorque.

-Mas ele não iam ficar por Sidney? – pergunta Natalie confusa.

-Não, eu ontem estive a falar com Kyle pelo telefone e ele está com ideias de regressar a Nova Iorque.

-Bem, a verdade é que se eles ficassem a morar em Sidney eu ia morrer de saudades deles. Já fiquei sem a Mia, não posso ficar sem eles também. – confessa Natalie, enroscando-se mais nos braços de Cedric.

 Los Angeles

Mia e Mason finalmente compram um apartamento. Era bom viver com os pais de Mason, mas eles precisavam da sua própria privacidade.

-Esta é a última caixa. – diz Mason, pousando a caixa de papelão no chão da sala junto ao sofá.

-Nem acredito que finalmente temos o nosso próprio lugar! – diz Mia fieliz, sentando-se no sofá.

-Sim, é realmente muito bom. – responde Mason esforçando um sorriso, sentando-se também no sofá.

Mia rapidamente sente a melancolia de Mason.

-Amor, o que se passa? – a loira olha preocupada para o lobisomem.

-Nada, está tudo bem. – Mason volta a esforçar outro sorriso. Mas não conseguindo ser convincente para Mia.

-Passa-se alguma coisa. Eu sei. Não te esqueças que eu conheço-te Mason. - insiste Mia. – É por causa do Alex e da Tessa?

-Eu não me sinto bem em estar aqui na cidade, chateado com eles. Eles são os meus amigos de infância. Crescemos juntos. – desabafa finalmente Mason.

Mia aproxima-se mais de Mason e beija-lhe o rosto, fazendo-lhe de seguida festas carinhosas pela cara.

-Eu entendo. Se eu estivesse chateada com a Natalie, também estaria assim como tu. Mas foram eles que começaram. Que provocaram isto, Mason. Mas dá tempo ao tempo, amor. No final tudo se resolve. – diz Mia com um sorriso doce e amável.

De repente alguém bate a porta.

-Eu abro. – diz Mason levantando-se do sofá e dirigindo-se até a porta.

Abre a porta e a sua frente aparece um rapaz de cabelos claros e olhos azuis.

-Chad! – diz Mason com um sorriso.

Chad O’Neil tinha sido transformado a quinze dias por Mason, quando este o salvara de um afogamento quase certo.

-Trouxe piza! Como vocês acabaram de se mudar, calculei que não tivessem nada para jantar. – diz Chad sorrindo, com duas caixas de piza na mão.

-Piza! Boa! – diz Mia animada.

-Entra, então. – convida Mason sorrindo.

-Eu vou procurar os copos e os guardanapos! – Mia sorridente, levanta-se e começa a remexer nas caixas de papelão.

Chad e Mason sentam-se no sofá e Mia finalmente encontra os copos e guardanapos.

-Bem, vamos lá comer! – diz Mia sorrindo, sentando-se ao lado de Mason.

Os três servem-se e começam a comer.

-O vosso apartamento é fixe!

-Obrigado Chad. – agradece Mason.

-Mas conta lá, Chad, como estas a habituar-te a L.A.? – pergunta depois a Mia.

Chad era um jovem irlandês que adorava aventuras e os eu maior sonho era surfar as maiores ondes do mundo, mas infelizmente a sua última paragem foi em Los Angeles.

-Admito, que está a ser um pouco difícil. Mas tem que ser. Regressar a casa seria perigoso. – confessa Chad um pouco abatido.

-Eu entendo. Mas nós estamos aqui para ajudar-te no que precisares. – diz Mia com um sorriso simpático.

-Obrigado por tudo. Vocês fazem-me sentir em casa. – agradece o jovem lobisomem.

- Nós é que agradecemos pela piza. – fala Mason num tom de voz divertido.

Os três começam a rir.

Sidney

Kyle e Jessy estavam na esplanada de um café a aproveitar os últimos raios de sol.

Jessy mexia no seu tablet, atualizando-se nas noticias do mundo, enquanto Kyle permanecia pensativo, com um ar fixo na chávena de café.

-Kyle! – chamou Jessy, mas Kyle não ouviu. – Kyle! – volta a chamar.

O rapaz olha imediatamente para Jessy.

-Sim, desculpa. Estavas a dizer o quê?

-Não estava a dizer nada. – responde Jessy, pousando o tablet em cima da mesa. –O que se passa Kyle? Parece que estas no meio da lua. – diz depois Jessy preocupada.

-Estava só a pensar…

-No quê?

-Em Nova Iorque. No Cedric, na Natalie…

-Isso tudo é por causa daquele telefonema do Cedric?

-O meu lugar é em Nova Iorque, Jessy.  A nossa casa é lá. Não aqui. Lá temos tudo. Os nossos amigos…

Jessy interrompe rapidamente Kyle.

-E se a tua mãe voltar a ver-te? E se o meus pais me vêem?

-É um risco. Mas é lá que eu sou feliz.

-Esta bem. Eu estou disposta a correr esse risco por ti, porque a única coisa que eu quero é que sejas feliz. – diz Jessy sorrindo.

Nova Iorque

Megan estava atarefada na cozinha a preparar o jantar, quando ouve a porta da rua a bater. Minutos depois Steven aparece.

-Olá, amor! – diz Megan sorridente, beijando o rosto do médico.

-Oh, Olá, amor. – responde Steven com um ar triste.

-O que se passa? – pergunta Megan preocupada.

-O diretor não nos dá agora as férias. Só para o final do mês.

-Não faz mal. – diz Megan sorrindo.

-Como não?! – diz Steven confuso. – Nós já tínhamos começado a preparar as nossas férias. –o médico tinha uma expressão chateada no rosto.

-Se já esperamos esse tempo todo, não faz mal esperar-mos mais um pouco. – a médica volta a sorrir.

-Já te disse que te amo? – pergunta Steven com um pequeno sorriso.

-Hoje não. – responde Megan sorrindo feliz.

-Mas eu amo-te e muito. – diz Steven aproximando-se de Megan e beijando docemente os lábios dela.

-Eu também te amo e muito. – responde Megan com um sorriso largo nos lábios, voltando a beijar novamente o namorado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

P.s. Eles estão de volta. Sentiram saudades? Agora a falar a sério espero que acompanhem esta continuação de New Blood, porque Cold Blood vai ser geladinho AHAHAH kISS

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:35


1 comentário

Imagem de perfil

De twilight_pr a 04.07.2016 às 21:00

Só agora é que consegui ler e peço desculpa a demora, mas adorei este primeiro capítulo!
Vou já seguir para o seguinte!

Beijinhos grandes*

Comentar post