Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Cold Blood - Capitulo 2

por Silver Sky, em 03.07.16

 

Capitulo 2

Kyle e Jessy encontravam-se deitados no sofá. A rapariga estava com a cabeça sobre o peito do rapaz, com o tablet nas mãos, mostrando uns apartamentos para o namorado.

-E que tal este, Kyle? Não é muito caro e tem vista para o Central Park. – diz Jessy com um ar entusiasmado.

-Prefiro o outro com tvcabo embutida. – responde Kyle, olhando para o namorado.

-Mas esse é em Brooklyn, Kyle. – diz a rapariga com um ar sério. – E os teus pais podem ver-te.

-E em Manathan os teus pais também te podem ver. – diz rapidamente Kyle.

De repente Cedric aparece na sala.

-Vocês ainda estão de pijama? Se a Natalie vos vê assim vestidos, mata-vos. – diz Cedric com uma voz séria.

-É só uma estúpida exposição de arte. – diz Kyle, encolhendo os ombros.

-Não sejas parvo, Kyle. – diz Jessy batendo no braço do namorado. – É a primeira exposição dela. Claro que é importante!

-Sim, Kyle! – diz Cedric com um ar sério. – Esta exposição é muito importante para Natalie. Não sejas insensível.

-Nós, já nos vamos vestir, Cedric. – diz Jessy, levantando-se do sofá. – Anda preguiçoso! – pede a rapariga puxando o namorado para fora do sofá.

-Rápido! – ordena Cedric.

Os dois saem da sala e entram a seguir no quarto.

 

Mia chega finalmente a casa depois de um dia cansativo no restaurante a receber clientes. Ela trabalhava num restaurante chique em Bevery Hills.

-Vais correr? – pergunta a vampira, olhando para Mason todo equipado.

-Sim, preciso descarregar baterias depois de ter passado o dia todo a ajudar o meu pai no escritório. – responde Mason, acabando de apertar os atacadores das sapatilhas.

O pai de Mason tinha uma pequena empresa imobiliária. Na verdade era um negócio de família e agora que Mason estava em L.A. ajudava o pai no que podia.

-Queres vir? – pergunta a seguir Mason.

-Dispenso, amor. Agora o que eu quero mesmo é um banho de espuma relaxante. – responde Mia sorrindo. – Mas boa corrida, amor!

-Obrigado. Mas não demoro. – diz depois Mason, dando um rápido beijo a Mia e sai do apartamento.

Sai a seguir do prédio e começa a correr pela rua. Depois de ter passado por alguns parques, Mason entra no bairro dos cafés, lojas, restaurantes e bares. A sua atenção é imediatamente virada para Quinn’s Bar. Mason pára de repente de correr e fica quieto a olhar para a porta do bar.

Pessoas entravam e saiam animadas. Entretanto Tessa aparece com uma bandeja na mão e uma pano, pronta para arrumar e limpar as mesas, mas fica imediatamente incrédula a olhar para Mason ali parado á frente do seu bar.

-O que estas aqui a fazer? – pergunta Tessa num tom ríspido e frio. – Tu não és bem-vindo aqui, traidor!

Mason não diz nada e limita-se a ir embora.

 

Natalie vergava um vestido vermelho, movimentando-se pela galeria atenta as pessoas, ouvindo as suas opiniões e criticas em relação aos seus quadros. Criticas boas, que deixavam a morena feliz e orgulhosa pelo seu trabalho. Ver os eu trabalho reconhecido era uma coisa maravilhosa. Mas a sua felicidade não estava completa. Faltava Mia ali com ela, para partilhar o seu sucesso.

Entretanto Cedric aparece atrás dela envolvendo-lhe a cintura com as suas mãos e beijando carinhosamente o rosto dela.

-Oh, olá, amor. – diz Natalie sorrindo amavelmente.

-Tu estas tão linda. – diz a seguir Cedric com um brilho no olhar.

-Obrigada. – os olhos de Natalie começam a brilhar também e beija-o a seguir.

-Estou tão orgulhoso de ti. Toda gente adoro os teus quadros. – diz Cedric com um largo sorriso.

-Eu sei! – responde Natalie sorrindo também. – É simplesmente maravilhoso!

De repente o seu telemóvel começa a tocar. Natalie tira-o da bolsa.

-É a Mia. – diz Natalie afastando-se de Cedric. – Olá desaparecida! – saúda Natalie com uma voz alegre e divertida.

-Olá chata! – responde Mia do outro lado da linha. – Como está a correr a exposição?

-Esta a correr bem. As pessoas estão a adorar.

-Eu sabia que ia ser um sucesso! – Mia ri.

-Mas esta noite seria mais fantástica se tu tivesses aqui. – diz a seguir Natalie com um ar triste.

-Eu também adorava estar aí. Mas não consegui mesmo folga. – responde Mia. – Mas temos que combinar fazer alguma coisa juntas.

-Sim, temos e brevemente. – responde Natalie sorrindo.

Mia também ri do outro lado da chamada.

De repente Natalie repara num senhor a chamar por ela.

-Bem, eu tenho que ir. – diz a morena. – Beijinhos e até breve!

-Diverte-te e beijinhos. – responde a loira do outro lado.

Natalie desliga a chamada e começa a caminhar em direção do senhor.

 

Steven e Megan encontravam-se a olhar para um quadro de Londres Vitoriana.

-Este quadro é tão realista. Até parece que Natalie viveu mesmo naquela época. – diz Megan deslumbrada com a beleza da cidade representada no quadro.

Steven quase se engasga com o champanhe que tinha acabado de beber.

-Steven, está tudo bem? – pergunta a médica preocupada.

-Sim, está. – responde Steven recompondo-se.

-Tu não mês estas a esconder nada, pois não? É que ultimamente pareces muito estranho. – diz Megan com um ar desconfiado.

-O que eu poderia estar a esconder, amor? – diz Steven tentando esconder o nervosismo.

 

Jessy andava pela galeria a ver os quadros de Natalie. Pára a frente de um quadro e bebe um pouco de champanhe.

-Não sabia que gostavas de arte.

Jessy olha para trás.

-Isaac!

Isaac Felton estagiava no Hospital. Ele estudava para ser médico e um dia quando Jessy foi buscar as bolsas de sangue ao Hospital, conheceu-o e a partir desse momento tornaram-se amigos.

-Não esperava ver-te aqui. – diz Isaac sorrindo. – És fã de arte?

-Os quadros são de uma amiga minha, vim dar-lhe apoio. – responde Jessy sorrindo.

Entretanto Kyle encontrava-se num canto a olhar para Jessy e Isaac, ouvindo a conversa deles.

Cedric aparece e pára ao lado do rapaz.

-Tudo bem, Kyle?

-Ela faz isso para me irritar! Sabe que eu odeio, mas continua a falar com ele! – diz Kyle com um ar furioso, olhando para os dois.

Cedric segue o olhar do rapaz e vê Jessy a falar animadamente com Isaac.

De repente um empregado aparece com uma bandeja cheia de copos de champanhe e Kyle agarra rapidamente num, bebendo o champanhe num só tacada.

-Acho que deverias ir com calma, amigo. – diz Cedric.

-Vou embora. Antes que me passe! – Kyle furiosamente começa a caminhar em direção da porta de saída.

p.s. o que acham do Isaac? Bjs :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:16


3 comentários

Imagem de perfil

De JustAnOrdinaryGirl a 03.07.2016 às 17:21

Já li os dois capítulos e gostei imenso. Fiquei curiosa para ler mais. Perdi-me um pouco nas outras partes desta história, mas esta quero ler, pareceu-me interessante :) Já tinha algumas saudades destas personagens :)
Imagem de perfil

De Silver Sky a 04.07.2016 às 14:12

Obrigada :)...nesta continuacao vai existir uma evolução das personagens :)
Imagem de perfil

De twilight_pr a 04.07.2016 às 21:05

Estou incrivelmente curiosa para ler mais, eu mal posso esperar.
Adorei bastante capítulo ^^

Beijinhos grandes*

Comentar post