Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


New Blood - Capitulo 15 FIM

por Silver Sky, em 11.12.15

 

 

Capitulo 15

Kyle encontrava-se sentado no sofá a ver um jogo de futebol, quando de repente a porta do apartamento abre-se e Natalie entra.

-Olá, miúdo. – saúda Natalie com um sorriso, pousando a sua mala no chão.

-Natalie! – exclama Kyle com um sorriso feliz, levantando-se do sofá e abraçando a amiga.

-Como estas? Tudo bem em relação a tua mãe? – pergunta Natalie, olhando para o rapaz.

- Sim. Cedric resolveu tudo. – responde Kyle com um sorriso.

-Claro que resolveu. – diz a morena com um sorriso. – Mas desculpa por não ter estado aqui contigo, Kyle.

-Eu, entendo perfeitamente. Mia, precisava de ti, Natalie. – responde Kyle compreensível. – Mas ouvi dizer que enfrentas-te uma alcateia de lobos. – diz depois com um sorriso divertido.

-Bem, não diria uma alcateia, mas dois lobos bem furiosos. E aquilo que eu aprendi é que não se deve enfurecer lobos que já estão furiosos.

-Como se tu fosses capaz de fazer isso. Tu irritas toda a gente. – diz Kyle, sorrindo.

-Verdade, Kyle. Ultimamente toda a gente me quere matar e eu não sei o porquê. – responde Natalie encolhendo os ombros.

Kyle ri-se.

De repente Jessy aparece.

-Oh, Olá, Natalie. Fico feliz que estejas bem. – diz Jessy com um sorriso.

-Olá, Jessy. – diz Natalie, abraçando a rapariga. – Onde esta Cedric?

-No quarto. – responde Jessy.

Natalie caminha em direção do quarto de Cedric, que também era o dela e abre a porta. Cedric encontrava-se deitado na cama a ler um livro.

-Estranho. – diz Natalie franzindo a sobrancelha. –Ultimamente encontro-te sempre deitado na cama a ler um livro. Algum problema querido? – finaliza a morena sarcasticamente.

-Finalmente chegas-te! – diz Cedric com um sorriso, usando a sua velocidade sobre-humana e agarrando Natalie pela cintura que prende as suas pernas a cintura de Cedric.

-E inteira. – diz Natalie, brincado, beijando depois o namorado.

-Fiquei surpreendido quando me disseste que não matas-te ninguém. – diz Cedric, pousando novamente Natalie no chão.

-E vais ficar ainda mais surpreendido com isto que vou dizer. – diz Natalie.

-O quê? – pergunta Cedric curiosa.

-Eu aceito casar contigo. – diz Natalie sorriso.

-A sério?! Mas o que te fez mudar de ideias? – pergunta Cedric confuso e ao mesmo surpreendido.

-A ideia que quase morri em Los Angeles. E também quero que tu sejas oficialmente meu. Mas a proposta ainda esta de pé?

-Claro! – Cedric volta agarrar em Natalie e beija. – E não te precisas de preocupar com o casamento. Nathan Campbell empresta-nos a sua mansão para fazermos lá cerimónia.

-Nathan, sempre muito prestável. – diz Natalie sorrindo.

 

A cerimônia foi simples com os amigos mais próximos do casal, mas Nathan fez questão em transformar o casamento numa enorme festa, convidando alguns amigos dele. Natalie e Cedric cumprimentaram os convidados que os felicitaram pelo casamento, incluindo os seus amigos. Mia estava felicíssima por eles, porque já muito tempo esperava por esta união formal, por outro lado Kyle fez uma das suas piadas para irritar Natalie no que resultou e no qual esta o ameaçou de morte, como de costume. Steven e Megan estavam contentes pelo casal e Mason também felicitou os recém casados, por outro lado Jessy animada quis saber onde seria a lua-de-mel. No qual Cedric respondeu Havai.

-Oh meu Deus! Estou tão cansada de sorrir! – desabafa Natalie para Cedric fazendo uma cara aborrecida.

-Nem me digas, nada. Acho que já não consigo fechar o maxilar. – diz Cedric passando a mão pelo queixo.

De repente Lana aparece toda sorridente.

-Então como está o casalinho? – pergunta Lana.

-Cansados de tanto sorrir. – queixa-se novamente Natalie agora para amiga. – Para a próxima faço como Mia e Mason e caso-me apenas no cartório.

-Para a próxima?! Uuiu! Tem cuidado Cedric! – diz Lana num tom divertido, piscando o olho o rapaz.

-Lana! Pára de agueirar já o meu casamento! – repreende rapidamente Natalie.

Lana apenas limita-se a rir.

-Agora a falar a sério, estou mesmo contente por vocês. Se almas gêmeas existem, vocês são a prova disso. – diz Lana sorrindo amavelmente.

-O quanto romântica está a minha amiguinha. – diz Natalie sorrindo divertida. – Viste passarinho verde?

-Tu sabes aquilo que eu penso do amor, Nat. Uma perda de tempo, amiga. – diz Lana num ar sério.

-Eu pensava o mesmo, Lana. E aqui estou eu, com um vestido de noiva e casada. – responde Natalie sorrindo divertida.

- Lá isso é verdade. Se algum dia me dissessem que tu irias estar casada eu diria que essa pessoa estava louco.

As duas riem-se.

-Mas obrigado Lana por vires. – fala por Cedric. – É sempre bom ver-te.

-Sim, o que tens feito e por tens andado? – pergunta Natalie curiosa.

-Bem, eu ultimamente estive em Boston, a tratar uns negócios do Giovanni. Ele lamenta não ter vindo ao vosso casamento, mas anda muito ocupado em Londres. – responde Lana.

-Oh, a sério!? Que pena! Nós teríamos gostado tanto tê-lo aqui. – diz Natalie sarcasticamente.

-Tu já disfarças-te melhor, Nat. – diz Lana com um sorriso.

-Quem disse que eu estava a disfarçar? – responde rapidamente Natalie.

Os três riem-se.

-Bem, eu vou andando. Vi ali um bonitinho junto ao buffet. – diz a seguir Lana com um sorriso maroto.

-Nada de mortes! – avisa rapidamente Natalie com um sorriso.

Lana assenta com cabeça, sorrindo, a medida que se afastava deles.

A seguir Natalie e Cedric começam a andar pelo jardim e vêm Arabella. Cedric faz rapidamente sinal a rapariga, que vai imediatamente ao seu encontro.

-Olá, muitos parabéns pelo casamento. Estava tudo muito giro. – diz Arabella, abraçando os dois.

-Obrigada, Arabella. – agradece Natalie com um sorriso.

-Ainda bem que pudeste vir. – diz a seguir Cedric, sorrindo depois.

-Não podia perder por nada deste mundo. Depois de vocês me terem ajudado com o Giovanni. – confessa Arabella, sorrindo também.

-E agora tu o que tens feio? – pergunta Cedric curioso.

-Bem tenho me mantido longe de vampiros com mais de 500 anos. – brinca Arabella. – E agora estou a viver em Atlanta. Acabei de abrir um pequeno bar e esta a correr tudo bem. Têm de ir lá um dia.

-Isso são ótimas noticias, Bella. – diz Cedric com um sorriso. – E com certeza que iremos lá fazer-te uma visita.

-Claro, mas tens que oferecer aqui umas bebidas ao amigos. – diz Natalie num tom divertido.

De repente Nathan aparece já um pouco bêbado. Para além de Nathan ser conhecido por ser um empresário milionário, ele também era conhecido pelas festas e bebedeiras que apanhava.

-Aqui, está o meu casal preferido! – diz Natahan com um sorriso divertido e feliz. - Estão a gostar da festa?

-Adorar. Principalmente a parte de eu não conhecer a maior parte dos convidados. – diz Natalie sarcasticamente.

-Fico feliz em ajudar. Porque meus amigos são vossos amigos. – responde Nathan com um sorriso.

Todos riem-se.

-Bem eu vou buscar alguma coisa para beber. Já volto, amor. – diz Natalie, beijando rapidamente os lábios de Cedric e depois indo-se embora.

Natalie dirige-se a mesa das bebidas e no momento em que se ia servir de um copo de champanhe, ela sente uma mão no seu ombro. Natalie vira-se para trás e dá de caras com Fabrício.

-Fabrício! – exclama Natalie apática. – O que estas aqui a fazer? Pensei que estavas em Moscovo. – diz a morena um pouco nervosa.

-Eu não vim aqui para te fazer mal ou ao Cedric. – diz Fabrício. – Vim aqui pedir-te desculpas por aquilo que fiz. Por ter magoado Cedric e por te ter magoado a ti. – tinha um olhar triste e arrependido.

-Na verdade a culpa foi minha. Eu brinquei com os teus sentimentos… - começa por dizer a morena, ainda mais nervosa.

-Tu, Natalie, és o meu amor épico. – diz Fabrício, olhando Natalie nos olhos.

-Não, Fabrício. Eu sou a rapariga que te partiu o coração. Tu ainda vais encontrar o teu amor épico. Acredita. – diz Natalie numa voz serena e séria.

-Mas desculpa. Perdoas-me? – pergunta novamente Fabrício.

-Sem ressentimentos. – responde Natalie com um sorriso.

Fabrício também sorri e vai embora, desaparecendo no meio das pessoas.

Natalie sozinha respira de alivio, mas de repente aparece Cedric.

-Tudo bem, Nat? Pareces um pouco pálida. Viste algum fantasma? –pergunta Cedric preocupado.

-O Fabrício esteve aqui.

-Como assim? – pergunta Cedric confuso.

-Ele acabou de sair daqui agora mesmo. – responde Natalie, olhando para Cedric.

-E o que ele queria?

-Pedir desculpas por aquilo que nos fez.

-Eu não acredito que ele teve esse descaramento de aparecer aqui no dia do nosso casamento. Eu devia mata-lo! – diz Cedric furioso e enervado.

-Cedric! – diz Natalie agarrando Cedric pelas mãos, tentando acalmar o marido. – Ele estava arrependido. Acredita. Até me disse que eu era o seu amor épico.

-E o que tu respondes-te?

-Que era a rapariga que lhe partiu o coração e que um dia ele vai encontrar o seu amor épico. – responde Natalie.

-E eu? Eu sou o teu amor épico? – pergunta depois Cedric num tom de voz sério, fixando o seu olhar em Natalie.

-Claro que és! Ainda tens dúvidas disso? – diz Natalie com um ar divertido, envolvendo o pescoço de Cedric com os seus braços e beijando-o.

-Ainda bem. – diz Cedric com um sorriso. – Porque tu és o meu amor épico. – Cedric envolve Natalie nos seus braços e beija-a.

FIM

NEW BLOOD chegou ao fim, mas espero que tenham gostado desta continuação. Porque a história deles ai da não acaba aqui :). bjs

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10


2 comentários

Imagem de perfil

De twilight_pr a 12.12.2015 às 13:35

Já venho cá ler, era apenas para te dizer que já postei o capítulo 13 :)
Beijinhos*
Imagem de perfil

De twilight_pr a 12.12.2015 às 16:56

Ai gostei tanto que eu nem sei! Que emoção :DDD

Comentar post