Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


PARASSÓMNIA "Capítulo 12"

por Silver Sky, em 15.03.17

Twenty one Pilots -> cliquem

 

Capítulo 12

Ema e Dinis caminhavam pelo parque de estacionamento.

-Eu não acredito que me fizeste mesmo pagar o jantar! – disse Ema com uma expressão indignada olhando para Dinis.

-Eu mereci! Salvei a minha vida e impedi que te transformasses num lobo demónio! – respondeu o amigo com um sorriso divertido.

Ema limitou-se a revirar os olhos.

-Mas existe uma coisa que eu não percebo. – falou depois Ema com um ar pensativo.

-O quê? – perguntou Dinis, olhando para ela com curiosidade.

-Não percebo porque me comecei a transformar numa lua crescente? – Ema olhou para céu, fitando a lua.

-Bem, uma vez no liceu tive que fazer um trabalho sobre as fases da lua e li num livro que a lua crescente representa a transformação do real, do não tangível em tangível. O que se formos ver encaixa perfeitamente na tua situação. – respondeu Dinis.

Mas Ema tinha parado de andar.

-Ema?! O que foi? Porque paras-te? – perguntou Dinis, olhando confuso para ela.

Mas Ema não respondeu e um brilho vermelho apareceu nos seus olhos.

-Estas assustar-me…porquê é que os teus olhos estão vermelhos? – perguntou Dinis num tom receoso.

-Quem és tu? – perguntou a seguir Ema com uma voz sombria e rouca, virando-se para trás e fitando a escuridão.

-Quem? Para quem estas a falar? Não está aqui ninguém! – disse Dinis, virando-se igualmente para trás e começando a ficar seriamente assustado. – Não me digas que começaste novamente a ter alucinações?!

-Eu vim em paz, priminha. – respondeu uma voz enquanto da escuridão surgia um rapaz com um brilho amarelo nos olhos.

-O que queres? – perguntou a seguir Ema com uma voz firme, ainda com um brilho vermelho nos olhos.

-Apenas quero ajudar. Imagino que a transformação não esteja a ser nada fácil. – respondeu o rapaz com um sorriso, ao mesmo tempo que desaparecia o brilho amarelo dos seus olhos.

XXX

Dinis e Gaspar encontravam-se sentados no sofá, enquanto Ema anda de um lado para o outro.

-Gaspar, como é que eu nunca ouvi falar de ti? – perguntou Ema confusa, olhando para ele.

-A nossa família gosta dos seus segredos. – respondeu Gaspar a sorrir.

Ema finalmente se senta numa cadeira, olhando para Gaspar.

-Tu ainda não completaste a transformação. – falou novamente Gaspar, olhando para Ema já com um ar mais sério.

-E nem vou completar. – respondeu rapidamente Ema. – Eu não me quero transformar num lobo demónio!

Gaspar soltou uma gargalhada divertida.

Ema e Dinis olharam para ele confusos.

-Qual é a piada? – perguntou a seguir Ema.

-Vejo que andaste a falar com o Sr. Lobo. – respondeu Gaspar, voltando a sorrir.

-Tu conheces o Sr.Lobo? – Ema franziu a sobrancelha.

-Sim. Ele é meu pai, teu tio. Um lobisomem também. Mas a medicação que toma impede-o de se transformar.

-E porquê ele está internado? – perguntou Ema confusa.

-Porque a nossa família pensou que ele era louco. Como deves calcular a nossa família é conhecida pelos seus casos de insanidade. – respondeu Gaspar esboçando um sorriso divertido.

-Sim, eu li o diário da nossa avó. O nosso bisavô e a nossa tia-avó também eram lobisomens.

-Eu tenho uma pergunta. – pronunciou-se pela primeira vez Dinis. Ema e Gaspar que se tinham esquecido completamente da sua presença olharam para ele. – Porquê é que a cor dos vossos olhos é diferente? Porquê é que os olhos da Ema são vermelhos e os teus, Gaspar, são amarelos?

-Porque ela é um alpha e eu sou um beta. – respondeu Gaspar a Dinis, olhando depois para Ema.

-Isso é fixe! Mesmo fixe! Um alpha! – disse rapidamente Dinis com uma expressão entusiasmada.

-Um alpha!? Porquê é que eu sou um alpha? – perguntou Ema franzindo a sobrancelha.

-Na nossa família o poder de alpha é passado de geração em geração. Mas ninguém sabe quem é o próximo alpha até ele se revelar. O meu pai era o alpha da geração dele e tu és o alpha da nossa geração. – respondeu Gaspar com uma expressão estranhamente mais séria.

-Isso é um máximo! – exclamou Dinis encantado.

Ema com uma expressão pensativa levantou-se da cadeira e foi até a janela.

-O rapaz que eu matei faz parte da revelação de eu me tornar alpha? – Ema olhou para Gaspar.

Gaspar levantou-se também do sofá e foi ter com ela.

-Não, Ema. Tu já nasceste como alpha. Está no teu sangue, faz parte de ti…e tu não mataste aquele rapaz.

Ema olhou confusa para o primo.

-Então quem foi? – perguntou Dinis curioso levantando-se de rompante do sofá.

-Outro alpha. Um poderoso e muito perigoso lobisomem. Eu tenho vindo a segui-lo faz algum tempo. E ele tem matado muitos alphas pelo país fora. Ele deseja poder mais do que tudo na vida. Ele é um verdadeiro lobo demônio. Por isso, eu vim para cidade para te avisar, Ema!

-E tu sabes quem ele é? – perguntou Dinis, olhando para Gaspar.

-Não, nunca o vi na sua forma humana. Mas também apenas sigo o rasto de cadáveres que ele deixa no seu caminho. Evito cruzar-me no caminho dele. – respondeu Gaspar com algum receio no olhar.

-Mas, por que  me fez pensar que eu tinha morto aquele rapaz?

-Porque, ele quer que tu completes a transformação. Que tu atinjas o auge do teu poder para que ele depois possa tira-lo de uma só vez. – respondeu Gaspar.

-Então está decidido. A Ema não pode completar a transformação! – disse rapidamente Dinis.

-Pelo contrário. Se ela quer ter alguma hipótese contra esse alpha e vencer, vai ter que completar a transformação. – disse Gaspar. – E eu posso ajuda-la.

Olá. Neste capítulo deu para perceber a história a volta da família de Ema e até conhecemos o primo dela, Gaspar. Também foi revelado o aparecimento de um novo alpha (um verdadeiro lobo demónio)  que quer matar Ema para ficar com o poder dela. O que acharam? O que acham que agora vai acontecer? bjs espero que tenham gostado do capítulo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:19


2 comentários

Imagem de perfil

De twilight_pr a 16.03.2017 às 19:13

Estou-me a matar e tudo porque afinal o Sr. Lobo era realmente importante! Afinal afinal... ele não é assim tão maluco...
Acho que o facto de ser um demónio, tem mais haver com o facto de sede de poder e de querer ser mais do que já é, tipo como o outro alpha que está a matar os outros alphas e que está a colocar a vida da Ema em risco.
Estou a adorar a forma de encarar as coisas do Dinis, ele está mesmo ali para a apoiar e para ver as coisas de outra perspetiva.
Quero saber mais sobre o Gaspar, imagina que ele é o alpha mas como ele é tão poderoso já conseguiu e tudo mudar a cor dos seus olhos para se camuflar? Assim ele podia fazer com que ela fizesse a transformação porque supostamente ele a vai ajudar e depois acaba por lhe matar! Espero que não seja isso e que se for, tudo termine bem!

Beijinhos grandes ^^
Imagem de perfil

De Silver Sky a 16.03.2017 às 20:17

Olá querida. Antes demais obrigada pelo teu comentário. Como sabes adoro ler as tuas teorias sobre a Ema. Sim o Sr. Lobo é uma peça importante nisto tudo. Agora em relação a Gaspar será ele mau da fita? Acho que vais mesmo continuara ler para descobrir hahahah... e sim Dinis é um máximo. Ema tem sorte em tê-lo ao seu lado sem dúvida. bjs :)

Comentar post