Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Parassómnia - Capítulo 15

por Silver Sky, em 05.04.17

 

 

Capítulo 15

 Um uivo estridente e assustador acordou Ema.

Levantou-se da cama num salto e acordou rapidamente Dinis que dormia numa poltrona ao fundo da cama.

-Dinis, ele está aqui! – sussurrou Ema.

-Eu, vou avisar o Gaspar.  – falou Dinis, tirando o telemóvel do bolso da frente das calças de ganga e enviando uma mensagem “S.O.S” a Gaspar.

A seguir os dois saíram do quarto, atravessaram o corredor e entraram sorrateiramente na sala de estar. Mas de repente, algo atravessou a janela, estilhaçando os vidros todos no chão. Ema e Dinis perplexos com aquilo que se encontrava diante dos seus olhos não se atreveram a mexer.

Era um lobo gigante, de pelo preto, com pelo menos dois metros de altura. Os seus olhos vermelhos brilhantes estavam fixados em Ema. Era ele. O monstro de olhos vermelhos dos sonhos dela.

O monstro num movimento rápido avançou na direção deles e atacou Ema, atirando-a violentamente para o chão. Dinis assustado corre imediatamente para um canto. O lobo ignorou a presença dele e aproximou-se de Ema. Ema tentou levantar-se, mas o lobo voltou ataca-la, atingindo-a no braço com as suas garras afiadas, fazendo-a novamente cair ao chão. Dinis escondido num canto estremeceu. Ema mordeu o lábio com a dor. Olhou para o seu braço que sangrava abundantemente. O lobo soltou um rugido arrepiante e olhou para ela com desprezo. Ema começou a rastejar em direção à mesa de madeira, enquanto o lobo se aproximava dela em passos lentos. De repente quando ela se preparava para se refugiar debaixo da mesa de madeira, o lobo atacou-a, mordendo-lhe a perna e puxando-a. Ema agarrou-se imediatamente à perna de madeira da mesa e gritou. Debatia-se para libertar a perna dos enormes dentes do alpha, mas não estava a conseguir. Não havia maneira de o lobo libertar a sua perna. Puxava-a com toda a ferocidade e o pior é que Ema começava a ficar cansada a perder as forças.

Dinis no seu canto encontrava-se apavorado e inquieto. Tinha que fazer alguma coisa. Ele ia mata-la! Olhou à sua volta e viu o taco de basebol encostado ao sofá. Inspirou fundo e correu, agarrando a seguir no taco.

-HEI! – gritou em plenos pulmões, segurando firmemente o taco e basebol com as duas mãos.

Mas o lobo ignorou-o.

-Hei. Deixa-a em paz! – disse depois ele furioso, batendo com toda a força o taco de basebol nas costas do lobo, mas o taco parte-se ao meio. Dinis olhou para ele confuso.

O lobo largou a perna de Ema e virou-se lentamente para Dinis.

-Ops! – disse Dinis com uma expressão assustada, engolindo em seco.

-Dinis, CORRE! -gritou Ema apavorada.

Mas Dinis não se conseguia mexer era como se tinha os seus pés colocados ao chão. O lobo começou a aproximar-se dele. Dinis tremia. A seguir o lobo parou à frente dele. O seu focinho estava uns caços centímetros da cara de Dinis. Ele conseguia sentir a respiração quente do lobo a bater-lhe no rosto.

-DINIS! – gritou Ema desesperada, não se conseguindo levantar.

Mas Dinis continuava a não se conseguir mexer. A seguir o lobo abriu a sua enorme boca, mostrando os seus dentes afiados e Dinis fechou os olhos, à espera da sua morte.

Mas de repente a porta de casa abriu-se e apareceu um lobo grande (mais pequeno que o alpha), castanho, de olhos amarelos brilhantes e atacou imediatamente o lobo preto, atirando-o violentamente para o chão.

-Gaspar. – disse Ema, respirando de alívio.

Gaspar abriu os olhos e correu para junto de Ema.

-Estás bem? – perguntou-lhe preocupado.

Ema assentiu com a cabeça.

Mas rapidamente os seus olhares desviaram-se para a luta entre Gaspar e o alpha.

E Gaspar estava nitidamente a perder. O alpha atacava-o, atingindo-o com golpes e dentadas.

-Ema, tu precisas de fazer alguma coisa! – disse a seguir Dinis num tom alarmado.

-Não consigo. – respondeu Ema com uma expressão fraca.

-Tu, precisas de reagir! Precisas de te transformar! Se não fizeres nada, o alpha vai mata-lo! Precisas de ficar com raiva!

-É fácil de falar!

-Desculpa, por aquilo que vou fazer a seguir. – disse depois Dinis com uma expressão cheia de culpa.

Ema olhou confusa para ele. E a seguir a única coisa que sente é palma da mão de Dinis na sua cara.

-Agora já sentes raiva?

-Dá-me outro estalo! – pediu Ema, com a respiração a começar a ficar ofegante.

Dinis voltou a dar-lhe outro estalo e uma raiva inexplicável atingia como um relâmpago. Sentiu um calor e uma enorme dor a invadir-lhe o corpo, como se estivesse a ser queimada viva. Os seus olhos ficam vermelhos brilhantes e todas as suas feridas saram. Os seus dentes ficaram enormes e as suas unhas transformaram-se em garras. O seu rosto transforma-se, ganhando feições animalescas. Sentia uma enorme vontade de arrancar a cabeça a Dinis, mas esse pensamento é interrompido pelo grito de Gaspar. Ema olhou imediatamente para o lado e viu o primo caído no chão, na sua forma humana, com o lobo preto a tentar morde-lo.

Ema reagiu rapidamente, saiu debaixo da mesa de madeira e atacou o alpha, cravando as suas garras nas costelas dele. O lobo preto soltou um doloroso rugido e afastou-se de Gaspar que rastejou para longe.

Dinis continuava escondido debaixo da mesa de madeira.

A seguir o lobo preto virou-se para Ema, ficando de frente para ela.

-EU NÃO TENHO MEDO DE TI! – gritou Ema com uma voz rouca e grave.

O lobo preto soltou um rugido provocador, desafiando-a.

Ema respondeu-lhe a seguir com outro rugido potente e os dois começaram a correr na direção um do outro.

O lobo preto tentou mordeu Ema, mas ela conseguiu prender o focinho dele e depois cravou os seus enormes dentes afiados no pescoço dele. O lobo ganiu e afastou-se, mas Ema não perdeu tempo e voltou a investir outro ataque, golpeando a perna do lobo com as suas garras afiadas. O alpha ferido acabou por ceder e caiu ao chão.

Ema inspirou fundo e lembrou-se do sorriso de Dinis e voltou ao normal. Sem perder foi ter com o Gaspar.

-Estás bem? – perguntou-lhe preocupada.

O primo respondeu-lhe, assentindo com a cabeça e levantando-se a seguir com a ajuda dela.

-Onde está o Dinis? – perguntou Gaspar preocupado, olhando à sua volta. – E onde está o alpha?

-Oh, não! O alpha levou o Dinis! – disse rapidamente Ema alarmada. – Ele vai mata-lo, Gaspar. – disse depois com uma expressão em pânico.

-Não, não vai mata-lo, Ema. O alpha vai usar Dinis como isco para te atrair.

-Então, temos que o encontrar antes que seja tarde demais. Se alguma coisa acontecer a Dinis nunca me vou conseguir perdoar!

- Agora não vale a pena pensar nisso. Temos que ter calma. – disse Gaspar, tentando tranquilizar Ema. – Tens alguma coisa do Dinis para seguirmos o cheiro dele?

- Não sei. Talvez no quarto.

Os dois saíram da sala de estar e entraram no quarto. Junto à poltrona encontravam-se as sapatilhas cinzentas de Dinis.

-Estas são as sapatilhas do Dinis. – disse Ema, agarrando numa das sapatilhas.

-Ok, agora cheira. – disse Gaspar num tom sério.

Ema olhou para ele confusa e disse:

-Só podes estar a brincar!

-Queres ou não encontrar o Dinis?

 

Olá! Está aqui mais um capítulo? O que acharam do final? O que irá acontecer  Dinis? Bem...já só faltam dois capítulos para a história acabar. bjs

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:28


4 comentários

Imagem de perfil

De twilight_pr a 05.04.2017 às 22:05

Espero realmente que nada aconteça ao Dinis, porque estou realmente preocupada com ele. Uma pergunta que acho que ainda não foi feita é: quem é este alpha? É alguém que nós conhecemos ou realmente só tem esta forma porque foi totalmente consumido pela sua sede de poder?
Será que o Dinis vai acabar morto e terão de o transformar apenas para salvar a sua vida? Tu não podes matar o Dinis okay? Ele é a única pessoa que a Ema tinha e se não for pelo Gaspar que não sabemos se ele realmente vai ficar ao lado da Ema para sempre, ela não vai ter ninguém ao seu lado e isso é realmente muito mau!!!
Estou a adorar esta história imenso e mal posso esperar para ler mais, é sem dúvida a minha favorita *-*

Beijinhos grandes <3
Imagem de perfil

De Silver Sky a 05.04.2017 às 22:40

olá twi :) como sempre adoro ver as tuas opiniões. ainda bem que esta é uma das tuas histórias preferidas porque eu gostei realmente muito de a escrever. Em relação ao futuro de Dinis vais descobrir no próximo capítulo. Como também no próximo capítulo vai ser descoberto a identidade do alpha. bjs :)
Imagem de perfil

De twilight_pr a 06.04.2017 às 12:34

Está super fixe esta história, adoro-a mesmo!
Espero que nada de mal lhe aconteça, vai na volta acontece algo e como a Ema é uma alpha sem sangue regenerador e que lhe pode ajudar! Ai socorro, estou nervosa!
Fogo, mal posso esperar... foi uma pergunta que nunca me veio à cabeça, a sua identidade, ainda bem que vamos saber mais na próxima - será que é o Dr.?! O.O

Beijinhos <3
Imagem de perfil

De Silver Sky a 06.04.2017 às 16:30

Talvez é. Talvez é uma personagem nova :)

Comentar post