Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


PARASSÓMNIA "Capítulo 4"

por Silver Sky, em 18.01.17

 Twenty one pilots ->cliquem para ouvir a música enquanto lêem o capítulo

Capítulo 4

Ema acordou no meio da floresta com o pijama manchado de sangue.

-Como vim aqui parar? – interrogou-se confusa, olhando a sua volta.

Depois de encontrar o caminho de volta para a cidade, Ema regressou casa. Ainda bem que era uma cidade pequena e quase não havia ninguém nas ruas para ver o estado em que ela se encontrava. Descalça, com o rosto sujo de terra e o pijama manchado de sangue, sem fazer a ideia a quem pertencia.

Ao chegar a casa, a porta da rua estava aberta e Dinis encontrava-se na sala acompanhado por um polícia.

-Ema! Estava preocupado. Acordei durante a noite e não te vi! – disse Dinis nervoso com uma expressão preocupada no olhar.

-Tive um ataque de sonambulismo. – respondeu Ema de forma natural.

-Você fez-me vir até aqui, perder o meu tempo e a sua amiga é apenas sonâmbula! – disse o polícia irritado. – Francamente a polícia tem assuntos mais urgentes para se preocupar!

O polícia enervado acabou por ir embora de casa.

Dinis confuso olhou para Ema.

-Como assim tiveste um ataque de sonambulismo?

-Apenas tive. – respondeu Ema, encolhendo os ombros.

-Mas desde quando tu és sonâmbula?

-Sei lá, Dinis! Eu também estou tão confusa como tu! – disse rapidamente Ema, exaltando-se um pouco.

De repente Dinis reparou no sangue no pijama de Ema.

-Isso é sangue?

-Acho que é. – respondeu Ema, olhando para a camisola manchada de sangue. – Mas não me perguntes como veio cá parar, porque não sei!

-Se calhar magoaste-te. – disse Dinis aproximando-se dela. – Deixa ver.

-Não. Eu estou bem. Sem nenhum ferimento. – falou rapidamente Ema, afastando-se de Dinis. – Devo ter tocado nalgum animal morto, já que acordei no meio da floresta.

-Provavelmente. –respondeu Dinis com uma expressão pensativa, nada convencida.

-Bem, vou tomar um banho. – disse a seguir Ema, abandonando a sala.

XXX

Depois de tomar banho e vestir roupas lavadas, Ema regressou a sala.

Dinis tinha preparado duas chávenas de café. Uma para ele e outra para Ema.

Ema agarra na sua chávena e senta-se no sofá ao lado de Dinis.

-Como, te sentes? – perguntou Dinis, olhando para Ema.

-Bem.

Os dois dão um gole nos cafés e seguem-se uns segundos de silêncio.

- A pouco o que aquele polícia queria dizer com: “ a polícia tem assuntos mais urgentes para se preocupar?” – perguntou por fim Ema, olhando para Dinis.

-Esta manhã, foi encontrado um rapaz morto na floresta. Os rumores dizem que ele foi completamente desmembrado.

Ema ficou misteriosamente séria.

Dinis olhou para ela.

-Ema tu não estas a pensar…

Ema levantou-se repentinamente do sofá.

-Ema?!

Dinis levantou-se também.

-Tenho que ir.

Com uma expressão sombria no olhar, Ema saiu de casa.

XXX

-Tu estas a dizer que matas-te aquele rapaz?

Dr. Baltasar olhou confuso para Ema.

-Sim. É exatamente isso que eu estou a dizer! – respondeu Ema nervosa.

-E porque dizes isso, Ema?

-Porque, eu ontem a noite tive um ataque de sonambulismo e acordei na floresta com o pijama manchado de sangue. O mesmo local onde foi encontrado o rapaz morto!

-Isso não prova nada, Ema!

-Prova tudo! – exclamou Ema alterada, subindo o tom de voz. – Eu matei aquele rapaz! Eu sinto que é verdade. Por isso tem que me internar.

-Eu não te vou internar. – disse  Dr. Baltasar, abanando a cabeça.

Ema violentamente derrubou tudo que estava em cima da secretária.

-Agora vai-me internar ou preciso partir mais alguma coisa?

Dr. Baltasar agarrou no telemóvel e faz uma chamada.

-Bom dia. Daqui fala o Dr. Baltasar Nunes, queria prosseguir com um internamento… a paciente chama-se Ema Chagas. – disse Dr. Baltasar enquanto olhava seriamente para Ema.

bom mais um capítulo. Agora Ema vai ser internada. O que acham que vai acontecer?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:52


2 comentários

Imagem de perfil

De twilight_pr a 18.01.2017 às 16:30

Omg! Não acredito que tenha morto o rapaz, não acredito mesmo. E também é estranho assim de repente ela começar a ter ataques de sonambulismo, estou curiosa para ler mais.
Especialmente agora que ela vai ser internada, estou preocupada e ansiosa para saber o que vai acontecer.
O Dinis é mesmo um grande amigo! E a polícia, não sabia que era um ataque de sonambulismo e acho que não devia ter sido tão agressivo depois de ter descoberto o que aconteceu..
Ansiosa para mais :D

Beijinhos :)
Imagem de perfil

De Silver Sky a 18.01.2017 às 20:33

Obrigada :) ainda bem que estas a gostar da história bjs

Comentar post