Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Como já  devem ter percebido esta história é sobre super-heróis. Por isso, vou usar muitas referências de super-heróis e vilões conhecidos por vocês (ou não). Só espero que gostem.

p.s. não fiz a revisão do texto, por isso, qualquer erro que encontrem, sorry.

InkedNew Phototastic Collage_LI.jpg

 

 

Depois de passar um ano na ilha a viver com aquela tribo de índios canibais regressei a minha cidade. Acho que ainda não mencionei o nome da minha cidade. Por isso, aqui vai. A minha adorável cidade que adoro tanto como desprezo é Los Angeles (chocados por não ser uma cidade fictícia, como Gotham, ou Huber City, ou qualquer cidade fictícia que acaba em City??). Mas enganam-se aqueles que pensam que a cidade faz jus ao nome, porque esta cidade de anjos só tem mesmo o nome. Acho que deveria ser chamada de Los Devil, faz muito mais sentindo. E um dia quando eu for presidente da cidade (como o meu priminho é) talvez eu mude o nome, como ele fez a sua cidade. Mudou Starling City para Star City. Vá-se lá entender o porquê. Mas adiante, podem ver o tipo de cidade que a minha cidade é, pior que o bairro Hell´s Kitchen de Mannathan, Nova York, que surpreendentemente não é um bairro fictício. Existe mesmo, eu já fui confirmar ao google. Por isso, Los Angeles é uma típica cidade interessante, cheia de roubos, homicídios, excêntricos vilões de mascaras, que toda a gente que detesta rotina e adora um pouco de adrenalina na sua vida gostaria de viver. Mas como disse em linhas anteriores, depois ter passado um ano na ilha, regressei a minha cidade, que surpreendentemente permanecia igual. Fui recebida calorosamente por meu irmão, já agora chama-se Óscar King (tinha-me esquecido de mencionar isso, logo ele que é uma peça importante na minha vida de vigilante) e fui recebida com indiferença pela minha mãe (já estava à espera, no estado alcoólico em que ela se encontrava que não conseguia fazer a diferença entre um copo de água e um copo de vodka, era natural não se lembrar quem eu sou). Uma vez na cidade, eu e o meu irmão decidimos por mãos à obra e pagar as dividas do meu pai. Mas havia um problema. Nenhum dos dois queria trabalhar. Não é culpa nossa. Nós fomos educados e criados para não trabalhar e sim para esbanjar dinheiro. Mas agora estávamos numa situação difícil. Sem dinheiro, endividados e com uma mãe mais que alcoólica, só nos restava fazer uma coisa. Situações drásticas requerem soluções drásticas. Trabalhar. Enquanto eu arranjei trabalho no McDonald’s, o meu irmão começou a jogar poker online. Porém, ele não era lá muito bom. Eu conseguia arranjar mais dinheiro a vender hambúrgueres do que ele a jogar uma semana poker. Mas juntando toda a quantia que íamos ganhando, conseguimos aos poucos pagar todas as dividas que o meu queridinho paizinho nos deixou (sarcasmo, para quem não entendeu). Contundo vocês devem estar a perguntarem-se: “Afinal quando é que tu contas como é que a tua cruzada na luta contra o crime começou”? Calma é já a seguir.

continua...

p.s. obrigada pelos comentários e pelos "favoritos", isso significa muito para mim. Bjos espero que gostem da continuação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:39


2 comentários

Imagem de perfil

De twilight_pr a 11.06.2017 às 01:11

Gosto que ela esteja a falar connosco e especialmente gostei a conversa toda sobre Los Angeles e sobre o facto de ela não ter dito uma cidade fictícia, acabámos a conhecer um pouco mais da sua família e tudo especialmente a parte do primo dela que mudou o nome da sua cidade xD
Entretanto, confesso que estou triste por ela porque com a mãe que tem e depois com as dívidas que o pai lhe deixou, só dá mesmo para eu sentir pena dela... em uma certa forma sim...
Também compreendo que seja estranho trabalhar... vai na volta o irmão dela até teria mais sorte se fosse acompanhante, tipo andar a ter encontros com as raparigas apenas para elas se sentirem especiais numa noite e tal e depois elas acabariam por pagar o que era preciso: acho que ele teria mais sorte aí do que no poker online xDDD e também acho que não deveria ser complicado para ele, porque afinal... era basicamente andar a sair com raparigas sempre! xP
Estou a gostar bastante^^

Beijinhos grandes ^^
Imagem de perfil

De Silver Sky a 11.06.2017 às 15:04

obrigada :) pelo comentario fico feliz que estejas a gostar, mas o irmão dela não gosta de sair de casa. tem fobia...ele está sempre à frente de um computador e jogar poker online foi uma forma de ajudar a pagar as contas :)

Comentar post