Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Young Blood "6"

por Silver Sky, em 25.04.15

 

 

 

Capitulo 6

San Francisco, 1994

Cedric agarra no copo cheio de uísque, que estava em cima do balcão do bar e no momento em que ele ia beber, o copo é arrancado repentinamente da sua mão.

Cedric olha imediatamente para o lado, onde estava Natalie com o copo de uísque na mão.

-Natalie… - diz Cedric. – Não me trates como se fosse um alcoólico. – diz depois ele bufando frustradamente.

- Isso nunca, porque nunca o vais ser. Eu não vou deixar que isso aconteça. – responde a morena, pousando o copo em cima do balcão. – Imagina só, um vampiro alcoólico, seria uma catástrofe. – diz Natalie brincando com a situação.

Cedric bufa novamente, fazendo depois sinal a empregada, que se encontrava atrás do balcão para lhe servir outro uísque. A empregada, uma jovem de pele cor de azeitona e bonita, aparece com um copo.

-Nem penses nisso, Cedric. – diz Natalie, tirando rapidamente o copo das mãos da empregada.

-Não sejas tão dura com ele. – diz a empregada. – Deixa-o beber um copo.

-O problema é que ele já bebeu demasiado. Mas quem és tu, afinal? – pergunta Natalie com uma voz fria, olhando de cima a baixo a rapariga com uma atitude de superior.

-Arabella Suarez, sou amiga do Cedric. E tu?

-Natalie Sullivan, namorada do Cedric. – responde Natalie com um sorriso cinico.

Arabella olha para Cedric, que assenta com a cabeça, confirmando.

-Hum, ele já me falou de ti. – diz a empregada.

-Que bom para ti. – diz Natalie com um ar ríspido. - Porque eu nunca ouvi uma palavra sobre ti. – diz Natalie, lançando um olhar fuzilante a Cedric, que se limita a suspirar. – Agora já sei onde tu passas as noites!

-Mas não te preocupes, nós não temos nada. Somos só amigos. – diz rapidamente Arabella.

-Mas tu gostavas não? – diz Natalie com um ar provocador.

-Chega! – diz Cedric levantando-se da cadeira. – Vamos embora Natalie. – ele agarra no braço da namorada e arrasta-a para fora do bar.

 

Nessa mesma noite Natalie volta ao bar onde Arabella trabalhava.

-Assustaste-me. – diz Arabella, quando vê Natalie a surgir da escuridão do bar.

-À quanto tempo tu és vampira? – pergunta Natalie com uma expressão séria.

A empregada fica surpreendida com a pergunta de Natalie.

-A ausência de batimentos cardíacos denunciou-te, querida. – responde a morena com um sorriso sarcástico.

-Desde 1970, fui transformada em Madrid. – responde Arabella, pousando a vassoura que minutos atras usava-a para varrer o chão do bar.

-Eu sou sessenta nove anos mais velha que tu. E eu não gosto que se metem no meu caminho. – diz Natalie com um ar sombrio e ameaçador.

-Tu estas a ameaçar-me? – pergunta Arabella incrédula.

- Eu sei que tu estas apaixonada pelo Cedric. Mas se eu fosse a ti ia-me embora de San Francisco e nunca mais voltaria a ver o Cedric.

-Eu não tenho medo das tuas ameaças! – diz Arabella com uma voz segura e séria, afirmando-se.

-Mas devias, queridinha. – diz Natalie com um sorriso sarcástico.

 

Mia acorda com um beijo leve na sua bochecha, abre lentamente os olhos e vê a sua frente uma bandeja cheia de comida. Um copo de sumo de laranja, torradas com doce de morango, panquecas, café. Tudo parecia uma delícia. Mason encontrava-se sentado na cama com um sorriso tonto nos lábios, olhando para Mia.

-Pensei que a lua-de-mel tivesse terminado! – diz Mia com um sorriso, endireitando-se na cama.

-Pensei em prolonga-la. O que achas? – responde Mason sorrindo com um ar animado.

-Parece-me uma ótima ideia. – diz Mia com um sorriso feliz, aproximando-se do marido e beijando-o.

Mason,  responde ao beijo, colocando as suas mãos a volta da cintura de Mia e fazendo-a deitar-se novamente, enquanto ele pressionava carinhosamente o seu corpo contra o dela. Os seus lábios percorriam o pescoço de Mia, dando-lhe arrepios pelo corpo todo, que puxava Mason mais para junto de si.

De repente o telemóvel de Mia toca.

-Não atendas. –diz Mason sussurrando ao ouvido de Mia.

-Pode ser importante, amor. – responde Mia, olhando nos olhos.

Mason beija uma última vez os lábios de Mia e sai de cima dela, afastando-se um pouco, para que ela pudesse atender. Mia agarra no telemóvel em cima da mesa-de-cabeceira e atende. Era Kyle.

-Sim, Kyle. Algum problema? – pergunta Mia, com um ar um pouco alarmado.

-Podes vir a casa do Steven? Preciso que marques a Jessy para ela poder andar a luz do dia. – pede Kyle do outro lado da linha com uma voz um pouco desesperada.

-Sem problema, miúdo. Vou já para aí.

-Obrigada, Mia. – agradece Kyle, desligando depois a chamada.

Mia volta a pousar o telemóvel em cima da mesa-de-cabeceira e olha para Mason.

-O que o Kyle queria? – pergunta Mason.

-Quere que eu marque Jessy para ela poder andar a luz do dia. – responde Mia.

-E como ele está?

-Péssimo, destroçado…

-Natalie desta vez foi longe de mais não foi? – pergunta Mason com um ar sério.

-Natalie vai sempre longe de mais. Ela não conhece outro caminho. Mas uma coisa tenho a certeza. Natalie adora  Kyle, como um irmão.

p.s. obrigada por lerem e pelos comentário. Desculpem se houver algum erro :) BOA LEITURA!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:39


4 comentários

Imagem de perfil

De twilight_pr a 25.04.2015 às 12:38

Vim só dizer-te que já postei o último capítulo e eu espero que gostes.
Eu tenho de sair agora de casa, mas assim que puder, mais logo eu venho cá ler porque estou super entusiasmada :D
Imagem de perfil

De JustAnOrdinaryGirl a 25.04.2015 às 14:34

Gostei muito deste capítulo! Gostava de saber mais sobre a Arabella :D Estou a gostar imenso desta história!
Imagem de perfil

De twilight_pr a 25.04.2015 às 20:10

Agora que já li, posso comentar finalmente o que achei!
E primeiro que tudo adorei!
E depois esta memória de 1994 foi super gira, gostei imenso dela :D
Mal posso esperar para ler mais ^-^
Beijinhos*
Imagem de perfil

De Pipa a 25.04.2015 às 21:28

Adorei! A sério, sabes eu gostava que a Natalie e o Kyle fizessem as pazes mas não estou a vê-lo a desculpá-la.

Comentar post




Caindo das Estrelas

"Caindo das Estrelas" é o meu primeiro livro. Quem estiver interessado e quiser ler passe no site artelogy.com Obrigada